Publicado em 11/01/2019 às 15h17.

Após acordo, diretores de escolas devem comprovar compatibilidade de horário

Conforme APLB, será apresentada uma lista com nomes ao governo estadual, até a próxima quarta-feira (16), quando será analisado cada caso

Redação
Foto: Getúlio Lefundes/ APLB
Foto: Getúlio Lefundes/ APLB

 

O diretor de escola que mantiver outras funções deverá comprovar a compatibilidade de horário, caso tenha intenção de permanecer no cargo, de acordo com acordo firmado entre a APLB- Sindicato e a Secretaria de Relações Institucionais (Serin) nesta sexta-feira (11). A informação foi divulgada pelo sindicato.

Conforme a entidade, será apresentada uma lista com estes nomes ao governo estadual, até a próxima quarta-feira (16), quando será analisado cada caso. Aqueles que comprovarem a compatibilidade de horário permanecerão nos cargos.

A decisão foi tomada após o ato na Governadoria, onde foi firmado este compromisso. A manifestação ocorreu por causa da lei implantada pelo governador Rui Costa que determina o regime de dedicação exclusiva para os cargos de diretores e vice-diretores em unidades escolares.

Na próxima terça-feira (15), às 14h, os diretores e vice-diretores de escola da rede estadual terão um encontro com a direção da APLB-Sindicato, no auditório da entidade, para esclarecer dúvidas e tratar de outros assuntos.

PUBLICIDADE