Publicado em 14/11/2017 às 21h40.

Bahia ocupa 1º lugar em mortes de homens jovens, indica IBGE

O estado lidera número de registros de mortes de homens de 15 a 24 anos; entre causas estão suicídio, acidentes de trânsito e homicídios

Redação

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou, em levantamento divulgado nesta terça-feira (14), a Bahia como estado brasileiro com maior número de registros de óbitos de homens de 15 a 24 anos de idade por causas externas.

O total corresponde a 3.394 mortes não naturais, catalogadas no ano de 2016.

Em dez anos, enquanto 10 das 27 unidades federativas conseguiram diminuir a estatística, o estado baiano protocolou um aumento de 171,3%. O IBGE diz, ainda, que, em comparação ao índice de 2006 – quando houve 1.251 falecimentos –, o número quase triplicou.

Em 2006, São Paulo era quem detinha o maior número absoluto de homens jovens mortos por causas externas (5.055), enquanto a Bahia ocupava o sexto lugar no ranking, com 1.251 mortes contabilizadas.