Publicado em 06/02/2018 às 10h45.

Chefe da Polícia Civil nega atos de improbidade: ‘Estou tranquilo’

"Tenha certeza: minha vida é pautada só em atos com lisura e com firmeza para uma instituição melhor"

Rodrigo Aguiar / Romulo Faro
Foto: divulgação
Foto: divulgação

 

Em entrevista ao bahia.ba na manhã desta terça-feira (6), o chefe da Polícia Civil da Bahia, delegado Bernardino Brito Filho, afirmou que está “tranquilo” diante da investigação aberta pelo Ministério Público do Estado (MPE) para apurar denúncias de atos de improbidade feitas pela Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado da Bahia (Adpeb/Sindicato).

Bernardino Filho afirmou que vê a denuncia como “normal”, porque, avalia, “o sindicato está representando seus associados”. O chefe da Polícia Civil ponderou ainda que não conseguirá agradar a todos.

“Essa situação eu vejo normal partindo de uma entidade sindical, porque é papel dele reivindicar quando se sentem insatisfeitos com atos da instituição com reação aos seus associados. Estou tranquilo porque entendo que todos os meus atos são justificados. Agora, essa justificativa não agrada os servidores. Às vezes a gente deixa até de colocar algumas justificativas porque não agrada todos, porque são fatos que estão em apuração. Estou aqui perfeitamente com tranquilidade para esclarecer ao MP assim que for notificado. Mas tenha certeza: minha vida é pautada só em atos com lisura e com firmeza para uma instituição melhor. Vou continuar meu trabalho firme e forte para uma policia civil crescente.”