Publicado em 13/06/2018 às 19h00.

Conselho do Turismo cobra ações da Petrobras por vazamento em Candeias

Colegiado aprovou moção de protesto contra a estatal em reunião nesta quarta-feira, ocorrida na sede da Secretaria de Turismo do Estado

Redação
Conselho Estadual de Turismo Foto_Tatiana Azeviche (2)
Foto: Tatiana Azeviche / Ascom Setur

 

O Conselho Estadual do Turismo aprovou nesta quarta-feira (13) moção de protesto para cobrar da Petrobras providências urgentes em relação ao vazamento estimado em três mil litros de substância oleosa na região de Candeias, município da Região Metropolitana de Salvador.

Pescadores temem que o vazamento cause danos para a comunidade, que depende do pescado para a própria alimentação e sustento. Nesta terça-feira (12), em protesto, um grupo chegou a ocupar uma lanche da petrolífera.

Apesar da estatal informar que 90% da área atingida pelo vazamento de “água oleosa”, ocorrido no último sábado (8), foi limpa por sua equipe de contingência, o conselho discutiu a necessidade de medidas de contenção dos danos e ações cautelares para impedir novos episódios desta natureza.

“Os danos atingem o meio ambiente e causam imenso prejuízo ao turismo”, disse o vice-presidente da Câmara da Baía de Todos-os-Santos (BTS), Moysés Cafezeiro, que visitou a área nesta terça. A reunião do conselho ocorreu na sede da Secretaria de Turismo do Estado (Setur).

Mais notícias