Publicado em 18/02/2019 às 08h59.

Duas empresas chinesas entram na disputa pela ponte Salvador-Itaparica

Edital deve ser publicado até o meio do ano, a previsão é que o leilão também aconteça no segundo semestre

Redação
Foto: assessoria/Gov-BA
Foto: assessoria/Gov-BA

 

Uma reportagem do jornal Valor, publicada nesta semana, aponta duas grandes empresas chinesas como favoritas para disputar a concorrência para construção e operação da ponte Salvador-Itaparica. O contrato está orçado em R$ 5,3 bilhões.

Segundo a publicação, o conglomerado China Communications Construction Company (CCCC) e a construtora China Railway 20 Bureau Group (CR20) entrarão juntas na concorrência e devem ser as únicas representantes da China a fazer proposta.

A obra será feita no modelo de Parceria Público Privada (PPP) e o governo baiano vai investir R$ 1,2 bilhão, sendo R$ 660 milhões e R$ 540 milhões em duas fases, nos quarto e quinto anos de construção.

De acordo com o cronograma, na sexta-feira (22) termina a consulta pública aberta em dezembro para os interessados apresentarem contribuições que devem servir de subsídio para a confecção dos documentos finais do leilão.

Já o edital deve ser publicado até o meio do ano, a previsão é que o leilão também aconteça no segundo semestre.