Publicado em 19/02/2018 às 21h40.

Farmácia demite 560 funcionários e fecha 50 unidades na Bahia

A Sant'Ana, empresa do grupo Brasil Pharma, está em recuperação judicial por causa de dívida de R$ 1,2 bilhão no banco BTG Pactual

Redação
(Foto: iStock/ Getty Images)
(Foto: iStock/ Getty Images)

 

Pelo menos 50 unidades da rede de farmácias Sant’Ana fecharam na Bahia e 565 funcionários foram demitidos na Bahia nos últimos meses, segundo informações do Sindicato dos Farmacêuticos da Bahia (Sindifarma) e do Sindicato dos Trabalhadores em Farmácia do Estado. A empresa, do grupo Brasil Pharma, está em recuperação judicial por causa de uma dívida de R$ 1,2 bilhão com o banco BTG Pactual.

Em todo o estado, a rede de farmácias Sant’Ana possui 118 lojas, sendo que mais de 100 estão em Salvador. O número de unidades que fecharam as portas representa 40% desse total. Os sindicatos não divulgaram quantas unidades encerraram as atividades na capital e quantas no interior.

O Sindicato dos Farmacêuticos disse que a rede de farmácias Sant’Ana quis fazer um acordo para pagar as rescisões dos trabalhadores demitidos com 30% de desconto, mas o sindicato não aceitou a proposta.

Já o Sindicato dos Trabalhadores em Farmácia, que representa os funcionários em geral (aqueles que não são farmacêuticos), disse que aceitou a proposta apresentada pela empresa porque os trabalhadores precisam do dinheiro a curto prazo.