Publicado em 08/02/2018 às 11h40.

Filho de empregada e motorista de ônibus é 1º lugar em Direito na Ufba

"Que a escola pública sinta-se representada", disse Livio Pereira, que estudava na rede estadual

Redação
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

 

Estudante da rede pública, o jovem Livio Pereira, 18, foi o 1º colocado no curso de Direito da Universidade Federal da Bahia. Ele estudava no Colégio Estadual Anísio Teixeira, no bairro da Caixa D’água, e não acreditou quando viu o resultado: “Corri gritando pela casa quando vi meu nome, e minha mãe achou até que eu fosse doido”, brincou, em entrevista ao Correio.

Negro, morador da periferia do bairro Boca do Rio, filho de uma empregada doméstica e de um motorista de ônibus, Livio transmite uma mensagem de representatividade, após conseguir vaga em uma das faculdades mais conceituadas do País. “Quero que a galera da escola pública sinta-se representada”, afirmou.

Sobre a batalha nos estudos, ele contou como conseguiu tirar uma nota excelente, apesar de admitir que nem sempre foi um aluno exemplar. “Eu fazia um curso técnico de segurança do trabalho e já pegava matérias específicas, que abordava conteúdos de Direito no primeiro ano. Foi aí que descobri que queria fazer o curso”, explicou.