Publicado em 13/04/2016 às 08h58.

PF desarticula a organização criminosa Bonde dos Malucos

Ação deflagrada nesta quarta-feira cumpre mandados de prisão preventiva em diversos municípios baianos; quadrilha é liderada por um conhecido assaltante de bancos

Redação
Operação Vidas Secas - Sinhá Vitória da PF. (Foto: reprodução/Flickr)
(Foto: reprodução/Flickr)

 

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (13) a Operação Sapucaia, com o objetivo de desarticular organização criminosa conhecida como Bonde dos Malucos, que tem como principal atividade ilícita o tráfico de entorpecentes. São cumpridos 13 mandados de prisão preventiva em diversos municípios baianos e também no Mato Grosso do Sul.

A ação é resultado de investigações realizadas entre os meses de fevereiro e dezembro de 2015. Durante o período foram apreendidas aproximadamente 6,5 toneladas de maconha. A maior captura realizada no curso da operação ocorreu no dia 11 de maio do ano passado, no município de Correntina, na Bahia, onde foram apreendidos 3.740 kg da droga, que eram transportados em um caminhão escoltado por dois “batedores”.

Naquela oportunidade foram presos os principais chefes da quadrilha, além de outros dois traficantes. Como muitos dos investigados foram detidos no decorrer das investigações, a maioria dos mandados é cumprida nos próprios presídios onde estão recolhidos.

Articulações- A quadrilha é chefiada por um conhecido assaltante de bancos do estado, que atualmente encontra-se radicado na cidade de Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul, fronteira com o Paraguai, razão pela qual a operação foi batizada Sapucaia. De lá o grupo mandava grandes quantidades de entorpecentes para abastecer o tráfico na Bahia.