Publicado em 13/03/2018 às 20h40.

Reforma trabalhista entra em debate no Fórum Social Mundial

Evento acontecerá na quinta-feira (15), às 14h, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

A reforma trabalhista será uma das pautas debatidas durante o Fórum Social Mundial, que terá mesas redondas marcadas para iniciar às 14h da próxima quinta-feira (15), no Salão Nobre da Reitoria da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Uma das mesas programadas será coordenada pela professora Graça Druck, intitulada por “Trabalho Digno: respostas à Reforma Trabalhista, Controle Social e Direitos Humanos”.

“Temos um grupo de pesquisa chamado ‘Trabalho, precarização e resistência’ e a ideia da mesa surgiu justamente de nossos debates. Queríamos juntar pessoas com visões diferentes para discutir sobre o tema da reforma trabalhista”, explica a professora.

Entre os participantes do debate está o juiz do trabalho e presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Guilherme Guimarães Feliciano, que abordará a visão dos juristas sobre os aspectos inconstitucionais da reforma, além de discutir os resultados já apresentados pelo projeto em curso.

Outros especialistas participarão do debate, como a supervisora regional do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Ana Georgina da Silva Dias, ; e a presidente da Associação Brasileira de Estudos do Trabalho (ABET), Angela Borges.