Publicado em 10/11/2017 às 19h40.

Robério pede mandato de volta ao STF; vices assumem três cidades

Prefeitos do extremo sul foram alvos de operação da Polícia Federal que apura desvios que somam R$ 200 milhões

Redação
Robério Oliveira, Agnelo Santos e Claudia Oliveira | Foto: Reprodução /  O Xarope
Robério Oliveira, Agnelo Santos e Claudia Oliveira | Foto: Reprodução / O Xarope

 

Vice-prefeito em Eunápolis, Flávio Baioco (Podemos) tomou posse nesta sexta-feira (10) como chefe do Executivo em exercício da cidade do extremo sul baiano. Ele substituirá a Robério Oliveira (PSD), um dos alvos da Operação Fraternos, que apura desvios que somam R$ 200 milhões.

Por meio de nota, a prefeitura local informou que José Robério recorreu, na quinta-feira (9), ao Supremo Tribunal de Justiça (STF), em Brasília, contra o afastamento e aguarda decisão da Corte. Os moradores de Eunápolis chegaram a realizar um protesto para cobrar a cassação de gestor.

Em Porto Seguro, a prefeita Claudia Oliveira (PSD) também foi afastada. A assessoria da prefeitura informou que ela assinou a suspensão do mandato e, automaticamente, o vice, Beto do Axé Moi (PP), foi efetivado no cargo.

Já em Santa Cruz Cabrália, onde Agnelo Santos (PSD) também foi afastado pela Justiça, o vice-prefeito, Carlos Lero (PSC), tomou posse na quarta-feira (8).