Publicado em 05/11/2018 às 18h20.

Taxa de abstenção do Enem foi a menor desde 2009

Foram 23,5% de ausências (93.646 pessoas), o que representa uma taxa menor do que a média nacional, que foi de 24,9%

Redação
Foto: Divulgação/Ascom Educação
Foto: Divulgação/Ascom Educação

 

Na primeira fase do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) realizada no domingo (4), o estado baiano registrou a menor taxa de abstenções na desde o ano de 2009.

Foram 23,5% de ausências (93.646 pessoas), o que representa uma taxa menor do que a média nacional, que foi de 24,9%.

A Bahia teve 398.492 inscritos, sendo o terceiro estado com maior número de habilitados às provas em todo o país junto com São Paulo e Minas Gerais, sendo que entre os três foi o que teve a menor taxa de abstenção.

Segunda fase – Os estudantes se preparam agora para o segundo dia de maratona do exame, que ocorre no próximo domingo (11), quando serão realizadas as provas de Exatas e Ciências da Natureza.

Para a segunda fase, os estudantes terão, este ano, cinco horas de duração para as questões de Matemática e de Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia), totalizando 90 questões.

Abertura de portões – Por conta do horário de verão, os candidatos deverão continuar atentos para não correrem o risco de atrasos.

Na Bahia, a abertura dos portões será às 11h e o fechamento ao meio-dia. O início das provas será às 12h30.

No dia 14 de novembro, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pela realização do ENEM, divulgará os gabaritos e cadernos de provas das duas etapas da avaliação. O resultado final será anunciado no dia 18 de janeiro.