Publicado em 11/04/2019 às 07h08.

Uesc adere à greve por tempo indeterminado

Com a adesão da instituição, a paralisação passa a atingir todas as universidades estaduais baianas

Redação
Foto: Divulgação/Uesc
Foto: Divulgação/Uesc

 

Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) anunciaram nesta quarta-feira (10) que vão aderir à greve da categoria. Com a adesão da instituição, a paralisação passa a atingir todas as universidades estaduais baianas.

Na Uesc, a greve começa nesta segunda-feira (15), para que seja respeitado o prazo de 72h de aviso à reitoria da universidade de que as atividades serão paralisadas pelos professores. A greve é por tempo indeterminado.


Paralisação nas estaduais

Os professores das universidades estaduais da Bahia (Uneb), Feira de Santana (Uefs) e do Sudoeste do estado (Uesb)  iniciaram uma greve na terça-feira (9). Os docentes não ficaram satisfeitos com a determinação do governador Rui Costa (PT), que decidiu liberar R$ 36 milhões para investimento nas quatro instituições baianas.