Publicado em 24/12/2015 às 20h11.

Ufba vai recorrer de punição do MEC a curso reprovado

Curso de Ciências Biológicas foi impedido pelo ministério de ter novo vestibular, após nota baixa

Redação
Foto: Divulgação Ufba
Foto: Divulgação Ufba

O curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal da Bahia (Ufba), um dos sete no estado que foram proibidos pelo Ministério da Educação (MEC) de realizar novos vestibulares por conta de notas insatisfatórias no Conceito Preliminar de Curso (CPC), teve a avaliação ruim porque, segundo a assessoria da Ufba, estudantes de antropologia foram inscritos equivocadamente para fazer o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) do curso de Ciências Biológicas.

A situação foi informada pela instituição por meio de nota, nesta quinta-feira (24).  Ainda conforme o documento da universidade, o erro foi detectado no mês de outubro deste ano e a reitoria da universidade solicitou a revisão da avaliação equivocada, formalizando a situação através de um recurso protocolado em novembro.

Disse ainda que apesar dos esforços da administração central, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) não teria revisto o processo e, por isso, a Ufba irá apresentar novos recursos para reverter a situação.

Ainda conforme a nota, o Instituto de Biologia já recebeu duas visitas do MEC para avaliação “in loco” em 2015, nas quais conquistou a nota máxima (5) para o curso de Ciências Biológicas.  Nota obtida também em Zoologia.