Publicado em 19/03/2018 às 18h59.

Deputados do PT denunciam Alberto Fraga por calúnia contra Marielle

Paulo Pimenta e Wadih Damous afirmam que o deputado do DEM "acusou 46.502 eleitores da cidade do Rio de Janeiro de pertencerem à organização criminosa conhecida como Comando Vermelho"

Redação
Foto: divulgação / Democratas
Foto: divulgação / Democratas

 

Os deputados federais do PT Paulo Pimenta (líder do partido na Câmara) e Wadih Damous protocolaram nesta segunda-feira (19) uma representação na Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, órgão vinculado ao MPF (Ministério Público Federal), contra o colega de parlamento Alberto Fraga (DEM-DF) para pedindo apuração de suposto crime de calúnia.

No sábado (16) o democrata publicou em sua conta no Twitter informações falsas contra a vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no dia 14 último, entre elas a acusação de que ela foi eleita pelo Comando Vermelho.

Os deputados do PT afirmam na representação que Fraga “acusou 46.502 eleitores da cidade do Rio de Janeiro de pertencerem à organização criminosa conhecida como Comando Vermelho”.

No tuíte mais polêmico, reproduzido na representação, o deputado do DEM chama Marielle de “o novo mito da esquerda”, e diz que ela engravidou aos 16 anos –na verdade, a vereadora engravidou entre os 18 e 19 anos.

Tuite

Mais notícias