Publicado em 11/03/2019 às 15h42.

Gol se nega a suspender operações de seus sete aviões Boeing 737 Max 8

Gol informou que irá manter a operação das aeronaves ao mesmo tempo em que acompanha as investigações sobre o acidente

Redação
Foto: Divulgação / GOL
Foto: Divulgação / GOL

 

O Procon-SP notificou a Gol para que a mesma suspenda imediatamente as operações de seus sete aviões Boeing 737 Max 8, mesmo modelo que caiu seis minutos depois de decolar da Etiópia, neste domingo, e também na costa da Indonésia 12 minutos após decolar, em outubro.

A Gol informou, no entanto, que irá manter a operação das aeronaves ao mesmo tempo em que acompanha as investigações sobre o acidente envolvendo o avião.

A Gol “mantém contato próximo com a Boeing para esclarecimentos. A companhia reitera a confiança na segurança da sua operação”, disse em nota. Os 737 MAX 8 da Gol estão sendo utilizados neste momento em rotas internacionais como Quito e Flórida.

Procurada, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) disse ao jornal Folha de São Paulo em nota que acompanha as investigações.

Temas: aviões , Gol , procon