Publicado em 09/01/2017 às 19h20.

Homem que esfaqueou pastor Valdemiro vai aguardar julgamento preso

Líder da Igreja Mundial do Poder de Deus foi atingido nas costas e no pescoço, mas já recebeu alta

Estadão Conteúdo
Foto: Reprodução/Youtube
Foto: Reprodução/Youtube

 

A Justiça de São Paulo determinou em audiência de custódia nesta segunda-feira (9), que o ajudante-geral Jonatan Gomes Higino, de 20 anos, vai aguardar julgamento preso. Ele foi preso em flagrante após esfaquear o pastor Valdemiro Santiago, de 53 anos, durante um culto neste domingo (8). Santiago, que é líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, foi atingido nas costas e no pescoço, mas já recebeu alta.

O ataque ocorreu por volta das 7h30 no Brás, na região central. Higino utilizou um facão e informou aos policiais que cometeu o crime porque se sentiu ameaçado após ouvir o pastor dizer, em um culto, que iriam crucificá-lo. Ele foi acusado de tentativa de homicídio.

Santiago foi encaminhado para o Hospital Sírio-Libanês e, segundo o hospital, foi liberado ainda no domingo. “Acabando de ouvir um milagre, um testemunho, entrou alguém, não sei quem é, não vi, por trás, e deu uma facada no pescoço, ou uma navalha, não sei. Mas fiquem tranquilos, porque só vai quando Deus quer”, afirmou o religioso, em uma das gravações divulgadas em redes sociais.

“Se Deus não quer, não vai. Eu volto aí pra vocês, para abençoar vocês, em nome de Jesus. Orem por mim “, disse o líder, que pediu orações e perdão a quem cometeu o ato.”Eu perdoo a pessoa que fez isso. Ela carece de perdão, de misericórdia de Deus. Não sei quem é, mas tá perdoada e quem mandou também”.

Familiares de Santiago postaram fotos que mostram que o corte foi profundo.