Publicado em 20/04/2017 às 15h00.

Papa canoniza em outubro os primeiros mártires brasileiros

Serão homenageados com o título os sacerdotes André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro e o laico Mateus Moreira, além de outras 27 pessoas assassinadas em 1645

Redação
Foto: Benhur Arcayan/ Malacañang Photo Bureau | EBC
Foto: Benhur Arcayan/ Malacañang Photo Bureau | EBC

 

O papa Francisco vai canonizar, no dia 15 de outubro deste ano, os primeiros mártires brasileiros. Serão homenageados com o título os sacerdotes André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro e o laico Mateus Moreira, além de outras 27 pessoas assassinadas em 1645.

O anúncio foi realizado nesta quinta-feira (20), durante assembleia de cardeais dirigida pelo Papa, onde foram definidas as datas das cerimônias de canonização de vários futuros santos. Para que sejam canonizados, eles não necessitaram nenhum milagre, apenas o parecer positivo dos membros da Congregação para as Causas dos Santos, que reiterou o assassinato por “ódio à fé”.

Eles são os primeiros mártires e santos brasileiros assassinados entre os dias 16 de julho e 3 de outubro de 1645 pelos protestantes calvinistas holandeses instalados no Brasil naquela época.

PUBLICIDADE