Publicado em 20/10/2018 às 08h00.

Preso na Operação Lava Jato, ex-deputado André Vargas é solto

O político foi detido em abril de 2015 e estava no Complexo-Médico Penal (CMP), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba

Redação
Foto: Reprodução/ RPC
Foto: Reprodução/ RPC

 

Após decisão da 2ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, o ex-deputado federal pelo PT André Vargas, preso na 11ª fase da Operação Lava Jato, foi solto na sexta-feira (19).

Vargas foi detido em abril de 2015 e estava no Complexo-Médico Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele, que teve três condenações, foi o primeiro político sentenciado em um processo da operação.

A liberdade condicional foi concedida após o cumprimento de 37% da pena imposta na primeira condenação, apresentar comportamento satisfatório na prisão e comprovação do início do pagamento parcelado da reparação de danos de R$ 1.103.950,12.

O benefício, segundo a decisão, pode ser revogado caso uma das 72 parcelas de R$ 15.332,64 não sejam pagas. A juíza Luciani de Lourdes Tesseroli Maronezi afirma que o ex-deputado comprovou o pagamento de duas parcelas.