Publicado em 18/09/2018 às 07h18.

Registro Espúrio: PF cumpre mandado na casa de Tiago Cedraz, filho de ministro do TCU

O sócio do filho de Aroldo Cedraz, Bruno Galeano, é alvo de mandado de prisão temporária

Redação
Foto: Reprodução/ TV Globo
Foto: Reprodução/ TV Globo

 

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta terça-feira (18), 16 mandados de busca e apreensão e nove de prisões temporárias da 4ª fase da Operação Registro Espúrio, que apura supostos desvios de valores da Conta Especial Emprego e Salário (CEES).

Em Brasília, a casa e o escritório do advogado Tiago Cedraz, filho do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), o baiano Aroldo Cedraz, são alvos da ação que foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O sócio de Tiago, Bruno Galeano, é alvo de mandado de prisão temporária.