Publicado em 27/02/2017 às 11h43.

Homem esfaqueado por adolescente em Ondina morre no HGE

O caso é a segunda morte no carnaval em 2017 e expõe falha no controle do acesso de armas nos circuitos da festa, que deveria ser coibido pelos portais de segurança

Redação
Foto: Alberto Maraux/ SSP
Foto: Alberto Maraux/ SSP

 

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) confirmou na manhã desta segunda-feira (27) a morte de Jailton dos Santos, de 34 anos, que foi esfaqueado no pescoço no Circuito Dodô, em Ondina, nesta madrugada. Ele chegou a ser resgatado para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Segundo a pasta, o autor tem 16 anos de idade. Apreendido em flagrante, ele foi conduzido para a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), em Brotas. Na unidade policial, o suspeito admitiu que o ataque tem relação com uma briga entre facções e os agentes constataram que o jovem já possui passagem por tráfico de drogas.

O caso é a segunda morte no carnaval em 2017 e expõe  a falha no sistema de controle de acesso de armas aos circuitos da festa, que deveria ser coibido pelos portais de segurança instalados pelo governo estadual. Na madrugada deste domingo (26), o sargento da Polícia Militar José Eduardo Neves Rodrigues atirou contra Luiz Alberto Pinheiro dos Santos, 39 anos, que morreu horas depois no HGE. O primeiro homicídio também ocorreu em Ondina.

Balanço – De acordo com o levantamento da SSP, até este domingo (26) foram registrados 16 roubos, 120 furtos, 17 lesões corporais, além de dez criminosos capturados. Entre eles Fernando da Cruz, um homem que tinha mandado de prisão em aberto.

Outro caso – Ainda segundo a nota enviada pela secretaria à imprensa, Tarcísio Santos de Lima, que também foi agredido por objeto cortante em Ondina, apresenta quadro estável e está fora de perigo.