Publicado em 14/02/2018 às 00h13.

‘A gente conseguiu trazer uma vibe diferente’, diz Preta sobre o Expresso

Cantora recebeu o bastão de Flora Gil, tradicional anfitriã do camarote, e avaliou seu primeiro ano no comando do Expresso 2222

Aline Valadares / James Martins
Foto: João Victor Medeiros/bahia.ba
Foto: João Victor Medeiros/bahia.ba

 

Este ano foi de estreia para a cantora Preta Gil. À frente do Expresso 2222, camarote da família Gil, pela primeira vez após anos sob o comando de sua mãe Flora, a artista falou sobre sua nova experiência. “Muito feliz com o que eu ouvi das pessoas, que eu vivi aqui nesses dias”, contou.

Segundo ela, o bom resultado só foi possível devido ao apoio da família nessa jornada. “A gente afirma que o Expresso é um camarote familiar, é um camarote da nossa família recebendo amigos, convidados”, reconheceu.

“Mas acho que a gente conseguiu trazer uma nova vibe”, afirmou sobre sua contribuição na gestão, voltada para um público mais diversificado, “Eu não poderia ter um camarote que não fosse a minha cara, o meu camarote é um reflexo de quem eu sou”, avaliou.

A cantora elogiou ainda a organização do carnaval de Salvador deste ano. Segundo ela, a programação estava mais democrática, principalmente pela presença de artistas independentes que comandaram alguns dos trios elétricos. “Nunca vi um carnaval mais vivo do que esse nesses 43 anos que eu tenho de folia”, disse.

Além do Expresso, o Bloco da Preta, puxado pela artista no carnaval do Rio de Janeiro, completará 10 anos de existência em 2019, e Preta já tem planos. “Temos uma tradição no Rio já, ano que vem será um carnaval especial para o Bloco da Preta, não vamos deixar de comemorar se eu estiver  em Salvador, mas agora eu só saio daqui agora quando eu cansar, e eu não estou nem um pouco cansada”, brincou.