Publicado em 12/02/2018 às 17h14.

Após polêmica ano passado, Kannário faz saudação fria a ACM Neto

O artista apenas disse “prefeito, colegas vereadores e secretários”, sem mencionar nome e sem ultrapassar o ponto

Redação
Foto: Reprodução / TV Aratu
Foto: Reprodução / TV Aratu

 

Após polêmica do ano passado, em que o cantor-vereador Igor Kannário criticou a Câmara Municipal e depois teve que passar pelo camarote do Legislativo municipal no Campo Grande, durante sua pipoca, desta vez as saudações a colegas e ao prefeito ACM Neto (DEM) foram frias.

O artista apenas disse “prefeito, colegas vereadores e secretários”, sem mencionar nome e sem ultrapassar o ponto.

Em 2017, Kannário associou o Legislativo municipal ao crime organizado. Após isso, o Príncipe do Gueto disse que foi “mal interpretado”, contudo, não pediu desculpas pelo que afirmou, como esperava alguns aliados.

“Atenção, meus edis, vossas excelências, eu nem sei como chama. Quando eu nasci já existia oposição, esquerda e direta. Mas eu não sou nem esquerda, nem direita. Deixa eu contar uma coisa, antes de o prefeito deixar eu tocar, eu passava fome. Eu não tinha um ovo na geladeira. Porque eu estava preso a um contrato diamante bruto da favela e eu não entendia nada de cláusulas contratuais. Foi o prefeito ACM Neto quem me deu essa oportunidade. Sabe o que está me ajudando a sair aqui no carnaval? O meu salário de vereador, porque sozinho tava foda”, desabafou, à época, em frente ao camarote da Câmara.