Publicado em 13/02/2018 às 20h56.

Neto diz que não quer enfraquecer blocos ao investir na pipoca

Prefeito visitou camarote da Skol nesta terça-feira (13) e conversou com jornalistas

Mateus Soares / Breno Cunha
Foto: Felipe Iruatã / Bahia.ba
Foto: Felipe Iruatã / Bahia.ba

 

O prefeito ACM Neto (DEM) fez um balanço geral do Carnaval de Salvador nesta terça-feira (13) à noite, em visita ao camarote do Skol, na Barra, e novamente falou sobre a tendência de blocos sem corda ganharem espaço na folia da capital baiana.

“O primeiro bloco a baixar as cordas foi o Eva na época de Saulo. Aquilo deu tão certo que passou a ser um movimento. A Prefeitura compreendeu, viu que a população queria isso e transformou isso em uma permanente ação. Mas não temos nenhum interesse em competir com os blocos de carnaval”, disse Neto, destacando que não pretende enfraquecer os blocos.

“Nós não temos nenhum interesse de competir com os blocos de carnaval. Tanto que eu tive o cuidado esse ano de só anunciar as atrações que iriam desfilar nos trios sem corda uma semana antes do carnaval. Mas a decisão de comprar um abadá ou não, não depende da prefeitura”, falou.

O prefeito também reforçou o convite público feito a Ivete Sangalo para que ela cante em um bloco sem cordas no circuito Osmar (Campo Grande) em 2019.

“Já fiz um convite público a Ivete pra quem sabe ela puxar um trio sem cordas na avenida. Tivemos o melhor domingo, segunda e terça dos últimos anos. Há muito tempo não se via tanta gente no Campo Grande como vimos nesses últimos dias. Cheguei a me emocionar, porque era um mar de gente. A decisão da Prefeitura de ter levado as grandes estrelas para o Campo Grande foi acertadíssima. Quero assegurar que essas estrelas continuem se apresentando no centro da cidade”, completou.

Temas: ACM Neto , blocos , cordas