Publicado em 14/08/2017 às 15h20.

Governo quer limitar salários do funcionalismo a R$ 33.763

O valor incluiria qualquer tipo de indenização, vantagens ou gratificações, como auxílios moradia, paletó, transporte e combustível

Redação
Foto: Reprodução/ EBC
Foto: Reprodução/ EBC

 

O governo Temer pretende estabelecer um teto de R$ 33.763 mensais para o funcionalismo público, como parte das medidas de redução de gastos, informa o Globo.

O valor incluiria qualquer tipo de indenização, vantagens ou gratificações, como auxílios moradia, paletó, transporte e combustível.

Com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que vai encaminhar ao Congresso, o governo estima uma economia de R$ 725 milhões no próximo ano.

Atualmente, o teto para o salário-base do funcionalismo não pode ultrapassar o vencimento de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), de R$ 33,7 mil. No entanto, a quantidade de auxílios e adicionais, na prática, faz a remuneração de muitos servidores exceder os salários da mais alta Corte.