Publicado em 19/03/2019 às 19h00.

Justiça autoriza Vale a retomar operações em maior mina de MG

Mina do Brucuto foi paralisada após tragédia em Brumadinho, que matou mais de 200 pessoas

Redação
Foto: Reprodução/Agência Brasil/Carolina Ricardi
Foto: Reprodução/Agência Brasil/Carolina Ricardi

 

Com atividades restritas desde a tragédia de Brumadinho (MG), que deixou até agora 207 mortos e 101 desaparecidos, a Vale obteve nesta terça-feira (19) autorização judicial para retomar as operações da mina de Brucutu, sua maior operação no estado. As atividades haviam sido suspensas atendendo a um pedido do Ministério Público.

A mina de Brucutu tem capacidade para produzir 30 milhões de toneladas de minério por ano. Em nota, a Vale informou que, apesar da liberação, as operações seguem paralisadas aguardando os desdobramentos de uma ação na Secretaria de Meio Ambiente de Minas Gerais.

Atualmente, a companhia estima ter 82 milhões de toneladas anuais impactadas por suspensão de operações. Segundo a Folha, o volume representa 20% de sua produção em 2017.

PUBLICIDADE