Publicado em 12/04/2019 às 12h40.

Setor de serviços da Bahia recuou -0,5% de janeiro para fevereiro

Recuo foi próximo da média nacional, que ficou em -0,4%

Redação
Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil
Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil

 

O volume do setor de serviços na Bahia caiu 0,5% em fevereiro, frente a janeiro, na série com ajuste sazonal. Foi um recuo muito próximo da média nacional (-0,4%), num mês de resultados negativos disseminados, em 22 dos 27 estados.

Frente a janeiro, o setor de serviços caiu mais em Mato Grosso (-6,0%) e no Pará (-5,5%) e teve seus melhores resultados em Tocantins (12,6%) e São Paulo (1,0%).

Apesar da queda em relação ao mês imediatamente anterior, os serviços baianos tiveram, em 2019, um fevereiro melhor que o de 2018, com crescimento de 4,1% no volume do setor. Foi o primeiro resultado positivo nessa comparação depois de quatro quedas seguidas (desde outubro de 2018) e o melhor para um mês de fevereiro desde 2014 (7,4%).

O desempenho dos serviços na Bahia, nesse confronto, ficou um pouco acima da média nacional (3,8%) e acompanhou o movimento positivo verificado em 12 dos 27 estados. Frente a fevereiro de 2018, o setor teve seus melhores resultados no Tocantins (13,4%) e no Maranhão (9,6%), e os piores no Amapá (-13,3%) e no Acre (-17,3%).

Com o resultado de fevereiro, o setor de serviços na Bahia passou a apresentar uma variação positiva de 0,2% no acumulado no ano de 2019, frente ao mesmo período do ano anterior. Apesar de tímido e bem aquém da média nacional (2,9%), foi o primeiro resultado positivo nessa variável acumulada depois de dois anos de quedas seguidas, desde fevereiro de 2017.

Já nos 12 meses encerrados em fevereiro, os serviços seguem acumulando resultado negativo no estado (-2,3%), diferentemente do país como um todo, onde se verifica uma variação positiva nesse indicador (0,7%).