Publicado em 17/04/2019 às 17h39.

Shoppings perderiam R$ 14 milhões em vendas sem funcionar no Domingo de Páscoa

"Graças ao bom senso de todos os envolvidos, conseguiu-se o acordo pelo menos para o dia 21 de abril", comemora Edson Piaggio, coordenador Abrasce-BA

Rayllanna Lima
Foto: Carol Guedes/AE
Foto: Carol Guedes/AE

 

O acordo entre os lojistas e os comerciários que permite o funcionamento dos centros de compras durante o feriado de Domingo de Páscoa, no dia 21 de abril, foi comemorado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

Ao bahia.ba, o coordenador regional da entidade, Edson Piaggio, revelou que se os shoppings ficassem fechados durante a os feriados de 19 e 21 de abril, além do de 1º de maio, o prejuízo seria de R$ 14 milhões em vendas.

“Uma perda que não seria recuperada. Graças ao bom senso de todos os envolvidos, conseguiu-se o acordo pelo menos para o dia 21 de abril. A Sexta Santa nunca foi na Bahia um feriado de shoppings abertos, só funciona a praça de alimentação e o cinema. Mas, estávamos preocupados em fechar sexta, domingo e 1º de maio. Com o acordo, todos ganham”, disse.