Publicado em 11/07/2018 às 18h40.

TCU rejeita suspender acordo de leniência da Odebrecht

Decisão foi tomada após a AGU e a CGU encaminharem para o tribunal uma cópia do acordo

Redação
Foto: Zeh Campos
Foto: Zeh Campos

 

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu, nesta quarta-feira (11), rejeitar o pedido de medida cautelar que suspenderia os efeitos do acordo de leniência firmado pela Odebrecht com a Controladoria-Geral da União (CGU) e com a Advocacia-Geral da União (AGU).

A decisão foi tomada após a AGU e a CGU encaminharem para o tribunal uma cópia do acordo, na noite de terça-feira (10). O gesto foi visto pelos ministros do TCU como um recuo, que possibilitou trégua. A área técnica do TCU vai analisar agora sobre as condições em que o acordo foi firmado e se manifestará apenas caso alguma irregularidade seja identificada.