Publicado em 20/09/2018 às 23h55.

Candidatos encerram debate na TVE com discurso repetido

Temer, Haddad e Bolsonaro estiveram no centro das considerações finais; confira o que disse cada candidato

Romulo Faro
Foto: Carlos Casaes/PT
Foto: Carlos Casaes/PT

 

Os candidatos ao governo da Bahia encerraram há pouco o debate na TVE com os mesmos ataques ao governador Rui Costa (PT) e com o mesmo discurso que iniciaram.

Zé Ronaldo (DEM) usou seus últimos dois minutos e meio de considerações finais para acusar Rui de “omissão” e para tentar fazer os eleitores acreditarem que ele nada tem a ver com Michel Temer (MDB).

Na réplica, o governador reafirmou as ‘maldades’ de Temer e de seus aliados baianos, incluindo políticos do DEM, e voltou a fazer coro pela candidatura de seu correligionário Fernando Haddad à Presidência da República.

João Henrique (PRTB) insiste na estratégia de se colocar como ‘candidato de Bolsonaro na Bahia’ para fazer sua candidatura decolar.

A seguir o resumo das considerações finais dos candidatos.

Marcos Mendes: Reeleger Rui no primeiro turno é concordar com os coronéis carlistas do estado, é dar recado de que veneno é melhor, é concordar com a grilagem de terras, é dizer que a água é um bem privado para favorecer o agronegócio do veneno, é dizer que a saúde pública tem que ser privatizada, é dizer que você concorda com tudo que está aí.

Rui Costa: Precisamos garantir a união desse país, precisamos de alguém que ame os baianos na presidência, para fazer o Brasil voltar a crescer. Por isso eu te peço voto no Fernando Haddad 13 e nos nosso dois senadores, Jaques Wagner (PT) e Ângelo Coronel (PSD). Juntos, de mãos dadas com governador e presidente da República, vamos garantir que o Brasil vai votar a crescer. Vamos seguir em frente na mesma correria, e agora com apoio do governo federal.

Zé Ronaldo: Sou obrigado a tratar de política. O governador foge e coloca culpa nos outros pelo que ele não faz. Eu não elegi Temer, não sou do lado de Temer, não tenho nada a ver com Temer.

Célia Sacramento: Sou a única mulher candidata, a primeira mulher negra candidata. Com muito orgulho faço parte do partido Rede Sustentabilidade, com Marina Silva candidata a presidente pela terceira vez pedindo seu voto.

João Henrique: Faço uma homenagem especial àquele que fundou essa emissora. Há 33 anos João Durval inaugurava essa emissora. Os funcionários públicos tiveram os melhores salários da história. Parabéns, João Durval. Tenho orgulho de ser seu filho. Quero ser governador da Bahia. Jair Bolsonaro presidente.

João Santana: Convido você para uma palestra com nosso candidato a presidente do Brasil, Henrique Meirelles. Ele criou 10 milhões de empregos, e Dilma botou tudo a perder.

Mais notícias