Publicado em 25/09/2018 às 19h09.

DEM deve formalizar apoio a Bolsonaro no 2º turno

Executiva do Democratas ainda não deliberou sobre o assunto, mas apoio ao candidato do PSL contra o PT é dado como certo internamente

Rodrigo Aguiar
Foto: Divulgação/Democratas
Foto: Divulgação/Democratas

 

Embora mantenham publicamente a confiança de que o tucano Geraldo Alckmin ainda pode alcançar o segundo turno do pleito presidencial, os integrantes do centrão, em sua maioria, tem discutido quem apoiar em uma provável disputa entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Mesmo sem ter deliberado sobre o assunto – o que deve ser feito posteriormente pela executiva do partido – o Democratas é uma das legendas cujo apoio ao capitão reformado do Exército já é dado como certo, caso se confirme o cenário previsto de segundo turno contra o PT.

Presidente do DEM, o prefeito de Salvador, ACM Neto, tem adotado até então o discurso de que Bolsonaro é o adversário dos sonhos do Partido dos Trabalhadores na disputa pelo Palácio do Planalto.

O democrata sabe, entretanto, que seria inviável politicamente para a sigla não apoiar o candidato do PSL no embate com os petistas, tanto na Bahia quanto na maior parte dos outros estados.

Mais notícias