Publicado em 11/10/2018 às 13h20.

Dois anos depois da derrota de Alice, PCdoB amplia bancada

Na Assembleia Legislativa, os 44 candidatos conquistaram ao todo 514.572 votos, que garantiram ampliar a participação de três para cinco deputados

Redação
Foto: Izis Moacyr/Bahia.ba
Foto: Izis Moacyr/Bahia.ba

 

Aliado histórico do PT, o PCdoB na Bahia ampliou o número de parlamentares na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal nestas eleições. O crescimento deve-se, principalmente, à aliança com o governador Rui Costa (PT), que conseguiu fazer a maioria dos federais e estaduais de sua coligação.

Em Brasília, foram renovados os mandatos de Alice Portugal e Daniel Almeida e eleito o ex-prefeito de Juazeiro Isaac de Carvalho, que tenta na justiça para reverter a impugnação de sua candidatura.

Já para a Assembleia Legislativa, os 44 candidatos conquistaram ao todo 514.572 votos, que garantiram ampliar a participação de três para cinco deputados: Adalberto Barreto (Dal); Olívia Santana; Raimundo Tavares (Bobô); Fabrício Falcão e Crisóstomo Lima (Zó).

Vale lembrar que em 2016, a deputada Alice Portugal, um dos principais quadros da legenda, sofreu uma derrota histórica contra o prefeito de Salvador, ACM Neto, na disputa pelo Palácio Thomé de Souza.