Publicado em 24/09/2018 às 19h07.

Ibope: Bolsonaro lidera com 28%; Haddad cresce e chega a 22%; Ciro mantém 11%

Nos possíveis cenário de segundo turno Bolsonaro perde para Haddad, Ciro e Alckmin; o candidato do PSL venceria apenas Marina Silva

Redação
Foto: Reprodução/Dida Sampaio/Agência Estado – José Cruz/Agência Brasil – Rodolfo Buhrer/Reuters – Nelson Almeida/AFP
Foto: Reprodução/Dida Sampaio/Agência Estado – José Cruz/Agência Brasil – Rodolfo Buhrer/Reuters – Nelson Almeida/AFP

 

Uma nova pesquisa Ibope encomendada pela Rede Globo foi divulgada na noite desta segunda-feira (24) com as intenções de votos para os candidatos à Presidência da República.

Em comparação com a última pesquisa, Jair Bolsonaro (PSL) continua na liderança estacionado com 28%. Em seguida Fernando Haddad (PT) cresceu três pontos percentuais e aparece com 22% das intenções de votos. Ciro Gomes (PDT) continua em terceiro com 11%.

A pesquisa ouviu 2.506 eleitores entre sábado (22) e domingo (23). O nível de confiança da pesquisa é de 95%, ou seja, há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Veja os resultados:
– Jair Bolsonaro (PSL): 28%
– Fernando Haddad (PT): 22%
– Ciro Gomes (PDT): 11%
– Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
– Marina Silva (Rede): 5%
– João Amoêdo (Novo): 3%
– Alvaro Dias (Podemos): 2%
– Henrique Meirelles (MDB): 2%
– Guilherme Boulos (PSOL): 1%
– Cabo Daciolo (Patriota): 0%
– Vera Lúcia (PSTU): 0
– João Goulart Filho (PPL): 0%
– Eymael (DC): 0%
– Branco/nulos: 14%
– Não sabe/não respondeu: 7%

Segundo turno – Nos cenários simulados de segundo turno, Fernando Haddad, com 43%, tomou a dianteira contra Jair Bolsonaro, que fica com 37%; Brancos e nulos somaram 15% e não sabe 4%.

O candidato do PSL também sairia derrotado por Ciro Gomes (46% a 35%) e por Geraldo Alckmin (41% a 36%). No cenário de embate com Marina Silva, a pesquisa aponta um empate técnico com 39% para cada um.

A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.