Publicado em 30/07/2018 às 20h46.

Lázaro nega ressentimento com Jutahy: ‘O que houve foi uma análise política’

"Não houve dificuldade, não houve conflito pessoal. Ele nunca disse que não me queria na chapa. Sempre disse que me queria como vice-governador"

Juliana Almirante / Rayllanna Lima
Foto: Juliana Almirante/bahia.ba
Foto: Juliana Almirante/bahia.ba

 

Confirmado como pré-candidato ao Senado pela chapa de José Ronaldo (DEM), o deputado federal Irmão Lázaro (PSC) minimizou o conflito com o colega de parlamento e também pré-candidato à senatoria Jutahy Magalhães (PSDB) durante as negociações para fechamento do time.

“Não houve dificuldade, não houve conflito pessoal. O que houve foi uma análise política. Ele nunca disse que não me queria na chapa, sempre disse que me queria como vice-governador. Nós do PSC sonhamos com eleição ao Senado há muito tempo. É necessário reconhecer que estou sendo aceito. No momento como esse, não posso pensar em desavença, só em gratidão e dar o meu melhor”, afirmou Lázaro na noite desta segunda-feira (30), durante o anúncio oficial da sua pré-candidatura.

PUBLICIDADE

Mais notícias