Publicado em 11/07/2018 às 14h10.

Magno Malta recusa convite para ser vice de Bolsonaro

Cortejado pelo presidenciável para compor chapa, senador informou, por meio de sua assessoria, que tentará a reeleição

Redação
Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado
Foto: Edilson Rodrigues/ Agência Senado

 

Cotado para ser candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), o senador Magno Malta (PR) negou a possibilidade nesta quarta-feira (11). Por meio de sua assessoria, o parlamentar informou que tentará a reeleição, segundo O Globo.

Na última segunda (9), Malta já havia antecipado sua decisão em entrevista ao Diário do Nordeste, durante evento na Assembleia Legislativa do Ceará.

“Por que o vice de Bolsonaro é essa insistência que a imprensa nacional quer? Tem alguma coisa por trás disso. É o cara botar o pescoço de fora e começar a ser escrachado antes da hora? O que tenho perguntado é o seguinte: será que para a sociedade, para as famílias, a minha luta em defesa das crianças, será que vale a pena eu ficar calado? Digo para ele [Bolsonaro]: você é presidente sem mim, com qualquer outro vice. Tenho que avaliar é a minha importância, e, na minha cabeça, sou importante é no Senado”, declarou Malta, na ocasião.