Publicado em 14/08/2018 às 21h20.

Marina Silva defenderá lei para garantir casamento gay

Em 2014, Marina retirou de seu programa trechos relativos a questões de gênero e orientação sexual, menos de 24 horas depois da divulgação do texto

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

A candidata a presidente Marina Silva (Rede) vai propor, em seu programa de governo, o direito ao casamento gay assegurado por lei, segundo a Folha de S. Paulo.

“O Conselho Nacional de Justiça regulamentou a celebração de casamento civil de pessoas do mesmo sexo, através da Resolução 175/13. Acataremos a demanda de que os direitos decorrentes dessa decisão sejam protegidos por lei”, afirma trecho do documento.

No texto, a presidenciável também defende a adoção de crianças por casais homoafetivos. “Em casos de adoção, defendemos que seja oferecido tratamento igual aos casais adotantes, com todas as exigências e cuidados iguais para ambas as modalidades de união, homo ou heteroafetiva, atendendo à prioridade de garantir o melhor interesse da criança”, diz.

No último pleito presidencial, Marina retirou de seu programa trechos relativos a questões de gênero e orientação sexual, menos de 24 horas depois da divulgação do documento.

Entre as medidas, estava a promessa de articular a aprovação de leis que regulamentassem o casamento gay e a criminalização da homofobia. Na ocasião, a campanha alegou que houve “falha processual na editoração” do texto e que não se tratava da versão final.

Mais notícias