Publicado em 09/07/2018 às 09h45.

PSC recusa vice de José Ronaldo para viabilizar Lázaro ao Senado

O presidente nacional do partido, pastor Everaldo Dias, reafirmou que a pré-candidatura do deputado federal é prioritária para a legenda

Matheus Morais
Fotos: Jailton Suzart / Agecom
Fotos: Jailton Suzart / Agecom

 

O PSC, que passou a ser comandado na Bahia pelo deputado estadual Heber Santana, já não foca apenas na chapa majoritária encabeçada pelo ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), para abrigar a pré-candidatura de Irmão Lázaro ao Senado. A sigla não aceitou o convite para assumir a vice na chapa do democrata e vai dialogar em busca de apoios.

“Com todo o respeito, declinamos do convite e deixamos o compasso de espera para integrar a chapa de José Ronaldo”, disse Santana ao bahia.ba

Segundo ele, durante seu discurso no encontro estadual do partido, que aconteceu no sábado (7), “a partir de agora estamos à vontade para buscar viabilizar com outras legendas a candidatura de Lázaro ao Senado”.

Já Lázaro ressaltou que “quer representar a Bahia no Senado, não apenas igrejas ou quaisquer instituições, como adversários tem maldosamente insinuado”.

O presidente nacional do partido, pastor Everaldo Dias, reafirmou que a pré-candidatura do deputado federal é prioritária para a legenda e que a Executiva estadual do PSC tem “toda liberdade para decidir o que for melhor”.

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e José Ronaldo estiveram presentes no encontro.