Publicado em 09/10/2018 às 19h34.

PSDB baiano vai apoiar Bolsonaro, anuncia presidente do partido

"Nós não vamos apoiar a corrupção do PT, recessão de três anos. Já sabemos como é o governo deles", argumentou o deputado federal João Gualberto

Rodrigo Aguiar
Foto: Ascom/PSDB
Foto: Ascom/PSDB

 

O PSDB baiano apoiará Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno presidencial, informou o deputado federal tucano João Gualberto, presidente estadual do partido, após a executiva nacional da legenda liberar os diretórios para decidir sobre o assunto.

“Conversei com todos, quase todos. Nós não vamos apoiar a corrupção do PT, recessão de três anos. Já sabemos como é o governo deles. Vamos apostar em um nome que deposite alguma esperança”, argumentou Gualberto.

O parlamentar alegou que a neutralidade seria impossível no atual cenário. “Não tem como dizer que não vai apoiar nem um nem outro”, disse.

O tucano também rebateu o presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação, que apontou como “insignificante”, do ponto de vista eleitoral, o apoio do PSDB da Bahia ao capitão reformado do Exército.

“Insignificante é ele. Respeito algumas pessoas do PT, mas não ele. Acho que ele devia respeitar as diferenças. Talvez disse isso porque sabia que a gente jamais apoiaria o PT”, declarou.

Gualberto também disse que uma eventual vitória de Haddad seria a maior ameaça à democracia. “Quem está comprometido com a democracia jamais vai apoiar o PT, que já disse que vai censurar a imprensa e quer uma nova Constituição”, afirmou.

O deputado ainda duvidou que herdeiros políticos de Mário Covas fiquem ao lado de Haddad no segundo turno, como apontou Everaldo. “A pessoa mais ligada a Mário Covas é Bruno [prefeito de São Paulo], seu neto, que não apoia o PT”, argumentou.

Mais notícias