Publicado em 14/09/2018 às 08h10.

Wagner diz que vota em Alckmin se tucano for para 2º turno contra Bolsonaro

Candidato ao Senado defendeu ainda que PT e PSDB sejam mais tolerantes um com o outro

Matheus Morais
Foto: Matheus Morais/ bahia.ba
Foto: Matheus Morais/ bahia.ba

 

O candidato ao Senado pelo PT e ex-governador do estado, Jaques Wagner, voltou a afirmar que num possível segundo turno da eleição presidencial sem a presença de Fernando Haddad (PT), com Jair Bolsonaro (PSL) e Geraldo Alckmin (PSDB), votará no tucano.

“O PT e o PSDB precisam parar de ser intolerantes um com o outro”, disse à imprensa na chegada à cerimônia de posse do ministro Dias Toffoli na presidência do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Eu acho que o Haddad já está no segundo turno com Bolsonaro. Mas, se houver uma hecatombe, e ele não for, vou votar no outro”, ressaltou.

Mais notícias