Publicado em 12/10/2018 às 14h20.

Alexandre Frota tem nome negativado e pode ser preso por dívida de pensão

A decisão certificada pela diretora da 4ª vara de Família de Brasília, é baseada nos trâmites do processo que o filho do artista move contra ele

Redação
Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal
Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal

 

A Justiça de Brasília deferiu o pedido de protesto feito pelos representantes de Mayã Frota, contra o pai, recém eleito deputado federal por São Paulo Alexandre Frota.

De acordo com o jornal ‘Extra’ o ex-ator pornô está negativado, o que significa que ele não pode requerer financiamentos ou fazer compras através de crediários.

A decisão certificada pela diretora da 4ª vara de Família de Brasília, Renata Bittar, é baseado nos trâmites do processo que o filho do artista move contra ele por conta da dívida de pensão alimentícia.

Na segunda (15), será pleiteado o pedido de prisão do ex-ator. Um pedido já havia sido tramitado no fim de setembro, mas a Justiça Eleitoral afirmou que o até então candidato ao cargo de deputado federal não poderia ser detido em um prazo de 15 dias.

Frota deu início ao pagamento da pensão na quarta (10), três dias após ser eleito deputado federal. Na ocasião o artista pagou parte da pensão, cujo montante é de R$ 42.418,39, e propôs um acordo, mas os advogados de Mayã rejeitaram que a dívida fosse parcelada.