Publicado em 13/02/2019 às 19h40.

Após polêmica envolvendo racismo, Donata Meirelles pede demissão da Vogue

Ex-diretora foi acusada de racismo após promover uma festa em que os convidados pousavam para fotos em cenário que relembrava o período da escravidão

Redação
Foto: Reprodução/Instagram/Arquivo Pessoal
Foto: Reprodução/Instagram/Arquivo Pessoal

 

Após comemorar seu aniversário de 50 anos em uma festa que gerou polêmica na capital baiana, a diretora da Vogue Brasil, Donata Meirelles, pediu demissão nesta quarta-feira (13).

De acordo com a colunista Sonia Racy, do Estadão, Donata anunciou a saída em mensagem enviada para os amigos.

“Com tristeza no coração, mas com coragem e a cabeça erguida que sempre pautaram a minha vida, inicio um novo ciclo e peço demissão da Vogue Brasil, uma publicação que ajudei a construir. Te amo Vogue, te amo desde jovenzinha. Conte comigo para que você continue fazendo a diferença no mercado editorial e de moda, defendendo e promovendo todas as belezas humanas, como eu continuarei a defender”, escreveu.

Foto: Instagram/Reprodução
Foto: Instagram/Reprodução

 

Na  última sexta-feira (8), a ex-diretora promoveu uma festa no Palácio da Aclamação, no Centro Histórico de Salvador. No evento, os convidados e a aniversariante pousaram para a foto em uma grande cadeira, ao lado de duas mulheres negras, que estão em pé e vestidas de branco.

Após as fotos serem compartilhadas nas redes sociais, o cenário passou a ser alvo de acusações de racismo, uma vez que a caricatura da imagem relembrava o tempo da escravidão.

Em seu perfil no Instagram, Donata chegou a pedir desculpas, justificando que “as roupas não eram de mucama” e que o evento não era temático.

“Como era sexta-feira e a festa foi na Bahia, muitos convidados e o receptivo estavam de branco, como reza a tradição. Mas vale também esclarecer: nas fotos publicadas, a cadeira não era uma cadeira de Sinhá, e sim de candomblé, e as roupas não eram de mucama, mas trajes de baiana de festa. Ainda assim, se causamos uma impressão diferente dessa, peço desculpas”, justificou.