Publicado em 21/05/2019 às 15h38.

Compadre Washington segue internado sem previsão de alta após sofrer assalto em SP

O vocalista do 'É O Tchan' se feriu na cabeça em virtude de uma queda e deu entrada no Hospital das Clínicas

Redação
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

 

Compadre Washington segue internado em observação no Hospital das Clínicas, em São Paulo, após sofrer um assalto no centro da capital paulista no último domingo (19).

Por meio de nota enviada a imprensa, a assessoria do baiano, afirmou que o artista está “fora de perigo”, mas sem previsão de alta.

O vocalista do ‘É O Tchan’ se feriu na cabeça após sofrer uma rasteira de um dos assaltantes. Confira a nota na íntegra:

A Assessoria de Imprensa informa que Compadre Washington, um dos vocalistas do Grupo É o Tchan, permanece internado em observação no Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde deu entrada na madrugada deste domingo (19), após sofrer um assalto no centro da capital paulista.

O imprevisto aconteceu nas imediações do hotel em que estava hospedado, e ocasionou um ferimento na cabeça em virtude de uma queda. O músico foi prontamente encaminhado para a unidade de saúde, e submetido a todos os exames de emergência necessários, e segue se recuperando ainda sem previsão de alta.

Em tempo, a Banda É o Tchan, em nome de Compadre Washington e toda sua família, agradece aos fãs, amigos, contratantes, colaboradores e toda a imprensa nacional pela atenção e assistência, bem como estende o agradecimento ao corpo clínico e técnico do HC, que não têm medido esforços para prestar um atendimento de excelência durante todo o processo de internamento do músico.

PUBLICIDADE