Publicado em 08/11/2018 às 10h01.

Demitida da Globo, jornalista se diz ‘punida’ por ter ‘ficado doente’

Izabella Camargo se afastou por licença-médica após sofrer de Síndrome de Bournet, um distúrbio psíquico de caráter depressivo, e foi despedida ao retornar à emissora

Redação
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

A jornalista Izabella Camargo foi demitida da Rede Globo após seis anos de trabalho na emissora. Em entrevista ao site Notícias da TV, ela afirmou que a sua saída foi uma forma de punição por “ter ficado doente”, já que a demissão aconteceu logo após ela voltar da licença médica.

“Estou sendo punida por ter ficado doente, com uma doença funcional, e os laudos provam isso. Foi um susto. Esperava qualquer coisa, menos ser demitida”, diz a apresentadora.

Ela revelou sofrer da Síndrome de Bournet, uma disfunção psíquica de caráter depressivo e que pode gerar sintomas semelhantes à Síndrome do Pânico. Izabella já sofria há um tempo, mas a situação se agravou em uma transmissão ao vivo pela GloboNews.

“Estava falando do tempo nas capitais e não conseguia lembrar de Curitiba. Só falava ‘no Paraná, no Paraná, no Paraná’, até que o Burnier falou Curitiba. Não lembrava da capital do meu Estado”, diz a paranaense de Apucarana.

“Percebi que o que estava acontecendo comigo era muito grave. Você não saber quem é, pra onde vai, isso é muito incapacitante”, completou.