Publicado em 11/08/2017 às 16h35.

Fotos da necropsia de Cristiano Araújo serão retiradas do Google

A Justiça de Goiás, acionada pelo pai do cantor, insistiu na decisão que obriga o serviço de busca a apagar as imagens do seu site

Redação
Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

 

As fotos da necropsia de Cristiano Araújo, morto em 2015, devido a um acidente de carro, deveram ser retiradas dos resultados do Google. A Justiça de Goiás, acionada pelo pai do cantor, insistiu na decisão que obriga o serviço de busca a apagar as imagens do seu site.

João Reis de Araújo, pai do sertanejo, moveu a ação em outubro de 2015, e a Justiça pediu a retirada das imagens no mesmo ano. Os argumentos de defesa do Google baseavam-se no fato de que a companhia não tinha capacidade para controlar todo o conteúdo postado por terceiros.

O juiz Carlos Roberto Fávaro, relator da ação, levou em conta o fato de que a família de Cristiano já havia informado quais os links a serem retirados. “Na ponderação de eventual prejuízo alegado pelos autores e propagadores daquelas imagens, prevaleceria a necessidade de proteção à imagem e moral da pessoa envolvida na informação compartilhada”, decidiu.

O descumprimento da decisão poderá acarretar em uma multa diária estimada em R$ 10 mil. À imprensa, o Google afirmou que não irá se pronunciar sobre o caso.

PUBLICIDADE