Publicado em 08/11/2018 às 08h46.

Gagliasso minimiza cena de sexo com atriz no cinema: ‘Tem até pouco’

Ator forma par romântico com Marina Ruy Barbosa, que faz a sua estreia em longa-metragem, como protagonista em "Todas as Canções de Amor"

Redação
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

Aos 36 anos e uma sólida carreira como ator, Bruno Gagliasso minimizou as cenas de sexo com Marina Ruy Barbosa – estreante nos cinemas – no filme “Todas as Canções de Amor, que chega às telonas nesta quinta-feira (8).

“Tem até pouco”, disse o ator, famoso ainda criança pelo papel em “Chiquititas” (2000), em entrevista ao Uol.

“Nós somos atores. Ser ator é emprestar o seu corpo para a cena. Nós estávamos disponíveis. Aquilo ali não teve uma grande questão. Não teve um tabu. Nós estávamos vestidos pelos nossos personagens”, completou.

Marina, esposa do piloto Alexandre Negrão, também afirmou que encarou a questão com a naturalidade pedida: “Fazemos um filme de amor e sexo faz parte disso”. “Anormal seria se não tivesse”, concordou Gagliasso.

A ruiva de 23 anos diz que há um “preconceito” com atores que são da “televisão”, mas que na verdade “é um desafio gravar 30 cenas por dia durante oito meses”, como acontecem com as telenovelas.”Nunca me senti incomodada por ter uma carreira que foi construída na televisão, mas como atriz eu me sinto inquieta de buscar coisas que sejam diferentes”, justificou.

No filme de Joana Mariani, que ainda traz no elenco Julio Andrade e Luiza Mariani, a personagem de Marina se chama Ana, uma jovem escritora que vive com vive com Chico, interpretado por Gagliasso, a experiência do início do casamento.