Publicado em 11/10/2018 às 09h00.

Mãe do filho de Frota vai processá-lo criminalmente após ataques

A advogada de Samantha Gondim rebateu as acusações do ex-ator: "Não foi apenas uma relação. Os dois tiveram um envolvimento”

Redação
Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal
Reprodução: Instagram/ Arquivo Pessoal

 

Samantha Gondim, mãe de Mayã Frota, filho do eleito deputado federal de São Paulo Alexandre Frota (PSL), vai processar o ex nas varas cível e criminal. A advogada que cuida do caso, Juliana Zappalá Bisol, nega as afirmações do ex-ator pornô de que na época em que se conheceram Samantha era “bartender” e de que tiveram uma relação casual:

“Ela tinha 16 anos na época. Não trabalhava e nem poderia trabalhar como bartender como afirma o senhor Alexandre Frota. Não foi apenas uma relação. os dois tiveram um envolvimento”, explicou a advogada em entrevista ao Extra. “Tomaremos todas as medidas cabíveis na Justiça”.

Frota já foi condenado em processo por ofensas a artistas como Gilberto Gil, Chico Buarque e Caetano Veloso, que foi chamado de “171” e “ladrão”. Atualmente enfrenta na Justiça processo referente a dívida com a pensão alimentícia do filho com Samantha, Mayã, no valor de cerca de R$ 60 mil.