Publicado em 22/05/2019 às 10h23.

Marcão do Povo volta a falar sobre briga com Ludmilla: ‘Ela difamou a minha pessoa’

Apresentador, demitido em 2017 da Record TV após chamar a cantora de "macaca", diz que não teve a intenção de "denegrir" ninguém

Redação
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

 

Demitido da RecordTV em 2017, após chamar a cantora Ludmilla de “macaca”, o apresentador Marcão do Povo voltou a falar sobre a briga com a funkeira. Em participação no “Fofocalizando” desta terça-feira (21), escalado no quadro “Tritura ou Não Tritura”, Marcão acusou Lud de difamação e não a perdoou.

“Ela difamou minha pessoa, e isso eu não admito”, disse o apresentador, antes de “triturar” a carioca.

Em sua defesa, Marcão alega que “uma pessoa que veio da roça”, como ele, jamais teria a intenção de ofender qualquer pessoa. Mas em sua fala acaba usando, contudo, outro termo considerado racista:

“Quando eu recebi um convite para um programa em rede nacional, soltaram aquele vídeo, que foi reeditado. E aí publicaram que um apresentador da Record chamava Ludmilla de ‘macaca’. Eu nunca faria isso. Uma pessoa que veio da roça, que jamais ofendeu ninguém, que nunca denegriu ninguém”, disse ele, usando a palavra “denegrir”.

“Eu não fiz uma coisa errada. Eu vou triturar porque cheguei em casa e vi minha família chorando, sem saber para onde eu ia e o que eu ia fazer”, desabafou o âncora, ao justificar a sua escolha.

PUBLICIDADE