Publicado em 12/07/2016 às 15h30.

Pai de Maisa aciona polícia contra publicação considerada ofensiva

Atriz se posicionou em relação a uma postagem que lhe sugeria fazer um filme pornô quando completasse 18 anos

Redação
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

 

Menos de um mês depois de ser ameaçada de morte pelas redes sociais, Maisa Silva, de 14 anos, usou seus perfis no Twitter e Facebook para se posicionar em relação a uma publicação que lhe pedia para fazer um filme pornô quando completasse 18 anos. Nesta terça-feira (12), a apresentadora informou que tomou as medidas judiciais cabíveis.

“Eu, minha equipe, juntamente com o Facebook e a Polícia já rastreamos os comentários ruins que recebi hoje aqui no Facebook. A internet não é ‘terra de ninguém’ e existem leis aqui também. Boa tarde gente e obrigada pelo apoio de todos os meus fãs ❤️”, escreveu em sua página oficial.

Celso Andrade, pai e empresário da artista, disse em entrevista ao EXTRA que a filha está ótima e confirmou que todas as providências foram tomadas: ” Acionamos o Facebook, conversamos com nosso advogado e já fizemos a nossa parte com a polícia”.

PUBLICIDADE