Publicado em 22/05/2019 às 09h32.

Renato Aragão tentou avisar sobre especial de Os Trapalhões: ‘São insubstituíveis’

Humorista, criador do personagem Didi Mocó, diz que chegou a alertar a Rede Globo sobre o risco de fazer a versão com novos atores

Redação
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram
Foto: Arquivo Pessoal/Instagram

 

O humorista Renato Aragão, criador do icônico personagem Didi Mocó, afirmou em entrevista ao blog de Maurício Stycer, do UOL, que tentou alertar a Rede Globo sobre o especial de “Os Trapalhões”, que não foi bem aceito pelo público e detonado pela crítica: “Os Trapalhões são insubstituíveis”.

Aos 84 anos, Renato surpreendeu com a proatividade e bom-humor nas redes sociais. Mas ele revelou que o interesse em abrir a conta no Instagram foi o excesso de fake news relacionadas ao seu nome. “Já morri tantas vezes”, lamenta. Inclusive, move um processo de calúnia contra os autores das mentiras: “Vão pegar uma cadeia boa”.

O comediante refletiu também sobre o tipo de humor e piadas características, diferentes do que ele enxerga hoje. “Humor hoje é político, é stand-up. Eu não sei fazer. Minha condição é de fazer humor para a família. Humor simples. Isso não tem idade”, pondera. E o personagem que moldou a sua carreira, o Didi Mocó, ele guarda com muita consideração:

“Eu tenho o Didi dentro de mim. Eu vou com ele até o resto da minha vida […] Ele vive o dia de hoje como se não houvesse o amanhã”.

PUBLICIDADE