Publicado em 18/04/2019 às 10h39.

Sociedade está voltando a ser ‘tão conservadora’ quanto antes, diz atriz

No papel de esposa submissa em "Se Eu Fechar os Olhos", Débora Falabella fala sobre retrocesso no Brasil: "É como se déssemos um passo para trás"

Redação
Foto: Divulgação/TV Globo
Foto: Divulgação/TV Globo

 

Aos 40 anos e de volta às telas no papel de esposa submissa, na novela “Se Eu Fechar os Olhos”, Débora Falebella falou sobre a sua personagem e a sua representação nos dias atuais. Na visão da atriz, a realidade não é tão diferente hoje em dia, ainda que a novela se passe nos anos 60, já que identifica um retrocesso na sociedade brasileira.

“Essa sociedade voltando a ser tão conservadora quanto era antes. Depois de tantos avanços, é como se déssemos um passo para trás. […] E claro que a resistência vai dar um passo à frente, de novo, e a gente vai caminhando nessa dificuldade”, torce ela.

“Tem muitas coisas que continuam sendo do mesmo jeito”, continua, citando a repressão contra as mulheres, o racismo e questão religiosa. “Tem muitas coisas que as pessoas vão se identificar e fazer uma relação com os dias de hoje, mas não que isso seja completamente explícito”, complementa.

Casada com Murilo Benício, seu par romântico na novela, Débora diz que mesmo angustiada com o panorama atual, continua a criar a sua filha, Nina, para que ele seja “quem quiser”.

Mais notícias