Publicado em 20/05/2018 às 18h00.

Conselheiros do Vitória pedem demissão em massa

Segundo informações do site Galáticos Online, um manifesto foi assinado por cerca de 60 conselheiros do clube rubro-negro

Redação
Foto: Maurícia da Matta/ EC Vitória
Foto: Maurícia da Matta/ EC Vitória

 

O clima na Toca do Leão continua sob tensão mesmo após o triunfo do Vitória diante do Ceará neste domingo (20) no Barradão.

Segundo informações do site Galáticos Online, cerca de 60 conselheiros assinaram um manifesto pedindo uma demissão em massa e cobrando melhorias para o clube rubro-negro.

Confira o anúncio divulgado pelo portal:

A torcida e o Conselho Deliberativo aqui representado por alguns dos seus membros que assinam esse manifesto, vem honrosamente solicitar medidas enérgicas para o bem do clube, de forma que não venhamos a sofrer e passar seguidos vexames.

Entendemos também que a consequência de um rebaixamento pode comprometer muito o futuro do Esporte Clube Vitória, devido à nova regra de distribuição de cotas a partir de 2019. Diante do exposto, seguem algumas medidas que o conselho diretor precisa avaliar e coloca-las em prática:

Demissão imediata do Diretor de Futebol;

Demissão imediata de Vagner Mancini e Comissão Técnica;

Demissão imediata do preparador de goleiros Washington Rufino;

Afastamento do elenco de Farias, Correa, Caique, Denilson, Lucas, Pedro Botelho, Alexander, Lucas Marques e Walisson Maia;

Contratação de novos jogadores e melhor aproveitamento da Base;

Contratação de um diretor de futebol que implante uma cultura profissional e alinhada com as diretrizes do clube que precisam ser divulgadas pelo Presidente;

Internalização do centro de inteligência e contratação de um coordenador capacitado para o departamento e alinhado com as diretrizes da presidência. Apresentação do modelo para sócios e conselho;

Ampliação do centro de inteligência para toda a base do clube com mapeamento de todas as categorias;

Planejamento e ferramentas utilizadas na gestão do clube abertos para o conselho deliberativo discutir e acompanhar os indicadores;

Aproveitamos o ensejo para registrar que esse Conselho é contra qualquer tentativa de destituição do Conselho Diretor. Entendemos que a democracia não pode ser responsabilizada por escolhas de pessoas que não possuam projetos para a instituição.

Por isso, solicitamos que o conselho diretor apresente um projeto sério e planejamento com indicadores e datas no período máimo de 30 dias.